Plano de Saúde

Individual ou Familiar – plano de saúde individual ou familiar são aqueles contratados pelo usuário diretamente com a operadora que comercializa os planos, ou ainda por meio de um corretor, que é um vendedor autorizado da operadora, indicados para pessoas que não possuem dependentes e são impossibilitados de se juntar em um plano coletivo, seja por adesão ou empresarial. O familiar é aquele em que o contratante possui vínculo familiar entre sí, nesse caso, o titular é uma única pessoa e os outros são dependentes.

Coletivo por adesão – O plano coletivo por adesão é àqueles nos quais pessoas jurídicas de caráter classista, profissional ou setorial (sindicatos, conselhos e associações profissionais) fazem a contratação. Nesse caso, a contratação do plano acontece normalmente entre a operadora do plano e uma administradora de benefícios.

Coletivo Empresarial – O plano coletivo empresarial é aquele no qual uma empresa contrata o plano para prestar assistência à saúde dos seus funcionários ou sócios. Da mesma forma que no plano coletivo por adesão, a relação entre os beneficiários e a operadora do plano de saúde é mediada por uma administradora de benefícios.

Coberturas do Plano de Saúde

Depois de escolher qual tipo de plano de saúde, é necessário escolher a cobertura que melhor lhe atenderá; as quais podem ser:

Ambulatorial – É a cobertura ambulatorial do plano de saúde abrange consultas médicas, psicoterapia, exames e tratamentos que não exigem internação hospitalar (até mesmo pequenas cirurgias). O atendimento pode ser realizado em clínicas e consultórios particulares e de urgência e emergência, dentro do período de 12hrs.

Odontológico – Esse plano pode ser individual ou em conjunto com outras coberturas. Atendimento à saúde dental e bucal, como: urgências e emergências odontológicas. Os procedimentos são em consultório, sem internação.

Plano Hospitalar

Hospitalar – Destinado aos procedimentos que exigem internação, excluindo-se os ambulatoriais. Com leitos individuais ou coletivos, com coberturas de: Atendimentos em unidades hospitalares com internação incluindo UTI, urgência e emergência, cirurgia buco-maxilofacial, despesas de acompanhantes de menores de 18 anos internados, entre outros. 

Completo – Considera-se plano de saúde completo aquele que une as coberturas ambulatorial e hospitalar (com obstetrícia ou não). Esse plano pode incluir também a cobertura odontológica.